Sobre a Abib

“Abib” é hebraico, significa “primavera”, é uma palavra escondida no Livro de Ezequiel e no nome de uma das maiores cidades do moderno Estado de Israel, e ganhou um sentido todo especial no Brasil: é a sigla carinhosamente adaptada da
“Associação Brasileira de Pesquisa Bíblica”.

A fundação da ABIB foi decidida durante o I Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica, em 2004 realizado na UCG - Goiânia, com participação de biblistas de várias tradições religiosas de todo o Brasil. Neste Congresso tivemos a participação de Rainer Kessler e Nachman Falbel, como assessores. Houve uma primeira assembleia, que aprovou a criação da associação. Nela os biblistas elegeram e delegaram poderes a uma comissão para proceder no que fosse necessário para a abertura da sociedade, desde que se atendesse às demandas levantadas pelos associados no congresso de 2004. As palestras e comunicações do I congresso foram publicadas no livro "Hermenêuticas Bíblicas: Contribuições ao I Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica" publicado em 2006.

Da comissão inicial faziam parte: Valmor da Silva, Haroldo Reimer, Monika Ottermann e Nancy Cardoso Pereira. Depois a comissão recebeu a participação de Jacir Farias, Osvaldo Luiz Ribeiro e Marcos Paulo Bailão para composição da primeira diretoria. O estatuto foi criado e submetido à aprovação da assembleia no II Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica, realizado em 2006.

Na ocasião se dizia: Como o menininho do Apocalipse 12, nosso bichinho recém-nascido está enfrentando o dragão: aquele da burocracia... Ainda não tem “carteira” nem conta, mas já tem endereço certo, gente agregada e uma primeira assembléia marcada...

Em setembro de 2006 ocorreu o II Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica, novamente na UCG. O tema foi:"Libertação, liberdade: novos olhares". Contamos com a assessoria de Norman Gottwald. Desta vez a ABIB já estava concretizada como associação de pesquisa, com conta e uma pequena "carteira". O estatuto foi aprovado e regionais da ABIB foram criadas para efetivar os eventos sobre pesquisa bíblica nas diferentes partes do Brasil.

Não se decidiu por uma sociedade elitizada, composta somente por acadêmicos, mas sim por uma agremiação articulada de pesquisadores bíblicos de todas as instâncias, desde os círculos de leitura popular da Bíblia até os círculos de especialização.

Os objetivos da ABIB ficaram assim definidos: “...incentivar e apoiar trabalhos no campo da pesquisa bíblica e áreas afins; contribuir para a publicação e divulgação dos resultados de pesquisa bíblica; facilitar a comunicação, o debate e a cooperação entre os associados e entre a Associação e instituições afins, através de encontros nacionais e regionais; defender a liberdade de pesquisa e o pluralismo e promover a solidariedade entre os associados.”

Desde então ABIB não parou. Já em 2007 a regional da ABIB-SP realizou seu primeiro evento. Em setembro de 2008 foi realizado o III Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica, desta vez na PUC-SP, sob o tema: "Jesus e as tradições do Antigo Israel". Contamos com as assessorias externas de Richard Horsley e Nestor Miguez além dos biblistas brasileiros. Nesta ocasião foi lançado o segundo livro da ABIB, com as palestras e comunicações do II Congresso.

Em setembro de 2008 tomou posse a diretoria do biênio 2008-2010 e fora composta por Pedro Lima Vasconcelos, Valmor da Silva, Isidoro Mazarollo, Ricardo Lengruber Lobosco, Paulo Sérgio Proença, Lília Dias Marianno e Paulo Roberto Garcia.

O tempo passou e com a chegada de 2009 e 2010, a ABIB realizou, em 2009, o I Simpósio de Pesquisa Bíblica da ABIB-RJ e, em 2010, o IV Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica que ocorreu em setembro de 2010 na Faculdade de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo. O tema foi:"Bíblia, mito e história". Estiveram presentes como assessores Cesar Carbullanca, Athalia Brenner, Leif Vaage, Graciella Chamorro e muitos outros biblistas e associados.

Dessa maneira, ABIB continuará promovendo o encontro entre a leitura e a pesquisa bíblica, que é feita tanto no ambiente popular quanto acadêmico e o futuro dela continua em nossas mãos!

Se você estiver interessado (a) em se associar à ABIB click aqui.