A ABIB – Associação Brasileira de Pesquisa é uma organização  sem fins lucrativos, que reúne pesquisadores e pesquisadoras na área bíblica. Ela foi idealizada a partir de um diálogo extenso e de vários anos entre pesquisadores com longa experiência na área bíblica, que convocaram uma primeira assembleia geral de biblistas brasileiros/as em setembro de 2004 na Universidade Católica de Goiânia (atual PUC-GO). A formalização da associação se deu a partir da segunda assembleia geral ocorrida no mesmo espaço, em maio de 2006.

A palavra ABIB não  é originalmente uma sigla, mas sim um símbolo, oriundo da palavra hebraica abib que significa “primavera”. Esta palavra aparece nos textos bíblicos, sendo também o nome de uma das maiores cidades no território israelense, que brotou praticamente do deserto a partir do cultivo e da modernização implementada após a criação do moderno Estado de Israel.

Florescimento no meio do deserto – é o que a leitura bíblica faz na vida de seus leitores e leitoras, por isso a palavra abib foi carinhosamente adaptada como sigla da Associação Brasileira de Pesquisa Bíblica.

Os objetivos da ABIB são:

  • congregar pessoas que trabalhem com a pesquisa da Bíblia nos mais diversos âmbitos: centros de pesquisa e pós-graduação, seminários, institutos, centros de assessoria etc;
  • incentivar e apoiar trabalhos no campo da pesquisa bíblica e áreas afins;
  • contribuir para a publicação e divulgação dos resultados de pesquisa bíblica;
  • facilitar a comunicação, o debate e a cooperação entre os associados e entre a Associação e instituições afins, por meio de encontros nacionais e regionais;
  • defender a liberdade de pesquisa e o pluralismo;
  • e promover a solidariedade entre os/as associados/as.

Nossa logomarca foi pensada na integração das cores da bandeira brasileira com os horizontes nos quais a pesquisa bíblica pode alcançar. ABIB nasceu durante o congresso realizado em 2006 e está se desenvolvendo, nesse percurso, um agradecimento especial se deve às pessoas que durante anos “pensaram” num encontro de biblistas, como o I Congresso, que possibilitou o nascimento da ABIB, os professores Johan Konings e Milton Schwantes.